Bahia, 27 de setembro de 2021 às 14:05 - Escolha o idioma: pt Português

Bolsonaro tira a máscara e manda repórter da Globo ‘calar a boca’


Publicado em: 21 de junho de 2021


O presidente cumpria agenda em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, em São Paulo, quando arrancou a máscara.

 

Jair Bolsonaro se envolveu em mais um polêmica ao mandar uma repórter “calar a boca”. Nesta segunda-feira, dia 21 de junho, o presidente cumpria agenda em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, em São Paulo, quando arrancou a máscara e ofendeu a  jornalista da TV Vanguarda, afiliada da TV Globo.

Bolsonaro manda repórter “calar a boca”

Em vídeo que circula nas redes sociais, Bolsonaro aparece exaltado após ser questionado pela jornalista sobre chegar ao evento sem usar máscara, mesmo após o Brasil registrar 500 mil mortes pela covid-19. O presidente acompanhava a cerimônia de formatura da Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).

Contrariado, Jair Bolsonaro diz o seguinte a repórter: ““Eu chego onde eu quiser, como eu quiser, eu cuido da minha vida. Se você não quiser usar máscara, você não usa”, disse Bolsonaro, aumentando o tom de voz.

O chefe do Executivo então ofende a profissional. “Você tinha que ter vergonha na cara de prestar um serviço porco desse que você faz na Rede Globo”, gritou Bolsonaro com a jornalista.

Em seguida, o presidente retira a máscara. “Bota agora, estou sem máscara em Guaratinguetá. Está feliz agora? Está feliz agora? Essa Globo é uma merda de imprensa, vocês são uma porcaria de imprensa…”, gritou Bolsonaro.

Na sequência, a repórter da TV Vanguarda tenta questionar Bolsonaro, mas é silenciada pelo presidente. “Cala a boca. Vocês são canalhas. Fazem um jornalismo canalha, vocês fazem. Canalha, que não ajuda em nada. Vocês não ajudam em nada. Vocês destroem a família brasileira. Destroem a religião brasileira. Vocês não prestam. A Rede Globo não presta. É uma péssima [sic] órgão de informação”, finalizou Bolsonaro.