Bahia, 1 de março de 2021 às 15:58 - Escolha o idioma: pt Português

Estado de SP tem nove casos confirmados da nova variante brasileira do coronavírus, diz secretário da Saúde


Publicado em: 12 de fevereiro de 2021


 

Número de casos confirmados da variante conhecida como P1, ou “variante de Manaus”, aumentou de cinco para nove em SP. Dois dos nove casos confirmados são de pessoas que vieram de avião buscar tratamento médico no estado após resultado positivo do exame de Covid-19 na região Norte.

 

O número de casos confirmados da nova variante brasileira do coronavírus, conhecida como P1, subiu para nove no estado de São Paulo, segundo informou o secretário estadual da Saúde na quinta-feira (11).

De acordo com Jean Gorinchteyn, seis pacientes tiveram a confirmação da variante que circula no estado do Amazonas por meio do Instituto Adolfo Lutz, vinculado à secretaria estadual, e outros três por meio de exames de sequenciamento genético feitos por laboratórios privados.

Dos seis casos confirmados pelo Instituto Adolfo Lutz, cinco ocorreram em pessoas que vieram de Manaus. O sexto caso confirmado pelo Lutz é de uma paciente da região de Águas de Lindóia, no interior de SP, que teve contato com viajantes que vieram do Amazonas.

Desses seis pacientes infectados com a nova variante, apenas dois já se conheciam: são duas pessoas que vieram juntas de avião para São Paulo buscar tratamento médico, mesmo sabendo que estavam com a Covid-19. Os outros casos confirmados não têm relação entre si.

Em entrevista à GloboNews, Jean Gorinchteyn disse que o sequenciamento genético, exame que é capaz de determinar qual é a variante do vírus que provocou o resultado positivo no teste RT-PCR, é feito em pessoas que têm histórico de viagem para o Amazonas ou contato com pessoas que viajaram.

“O exame foi baseado nesses dados epidemiológicos, que é ter histórico de viagem ou contato com alguém que viajou. Essas pessoas são então rastreadas e avaliadas no que tange a possibilidade dessa variante”, explicou

“É feita uma analise filogenética, não é apenas o teste RT-PCR, do cotonete, mas a gente abre aquele material genético para identificar se ele é igual ou não àquela cepa que vem lá da região Norte do país”, completou.

O Ministério da Saúde emitiu no dia 2 de fevereiro uma Nota Técnica para os estados e o Distrito Federal sobre a nova variante do SARS-CoV-2 identificada no Brasil.

O documento traz informações sobre as características da nova variante do Amazonas (VOC P.1), orientações e recomendações de medidas que devem ser adotadas e intensificadas pelas secretarias de saúde estaduais, a fim de monitorar e evitar a propagação da nova variante.

Óbito

Uma mulher de 61 anos, que tinha o caso confirmado da nova variantes de Manaus, morreu na manhã da última quinta (5), no Hospital de Pirituba, na Zona Oeste da capital. Ela estava internada há duas semanas na ala do hospital reservada a tratar variantes de Covid-19.

A GloboNews apurou que a mulher chegou ao hospital em estado grave. Durante o tratamento, ela teve uma discreta melhora, mas não resistiu.

Por G1