Bahia, 1 de março de 2021 às 16:17 - Escolha o idioma: pt Português

Rui questiona Anvisa sobre liberação de vacinas: ‘Quantas mortes serão necessárias?’


Publicado em: 22 de fevereiro de 2021


Governador voltou a criticar a agência em entrevista a Luiz Datena: “Eu não consigo entender qual é essa lógica dessa entidade”

 

O governador Rui Costa (PT) voltou a demonstrar indignação com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em relação à liberação de novas vacinas contra a Covid-19, durante entrevista ao apresentador José Luiz Dantena, na Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira (22).

Rui questionou novamente a agência sobre o que falta para a liberação de novos imunizantes, a exemplo dos que são desenvolvidos pelas farmacêuticas Pfizer, Moderna e a russa Sputnik.

“O que jusitfica a Anvisa não regulamentar e não aeitar algumas vacinas como as vacinas da Pfizer, da Moderna ou mesmo a vacina russa Sputnik? eu me pergunto: será que a Anvisa considera que as autoridads sanitárias da Europa foram precipitadas em autorizar a Pfizer, a Moderna, e aplicar essas vacinas largamente em todos os países europeus? Será que a Anvisa considera precipitada que a autoridade americana de saúde tenha autorizado o uso dessas vacinas lá? Eu fico me perguntando quantas mortes serão necessárias. Já já chegamos a 250 mil mortes, metade do que ocorreu nos EUA, o segundo país no número de óbitos no mundo. Quantas mortes serão necessárias para sensibilizar a Anvisa?”, questiona o governador.

Rui Costa ainda irinoziou a agência ao questionar se todas as outras entidades do mundo estavam erradas e somente a Anvisa está certa em não liberar mais imunizantes.

“Na minha opinião, isso deveria estar na lei… Na medida em que duas das principais agências do mundo, europeia e americana, que detém todo conhecimento científico, tecnológico, de saúde, se as duas simultaneamente aprovam a vacina, o que a Anvisa ainda precisa pedir? Documento A ou documento C? Quantas semanas que a Anvisa vai esperar para autorizar a vacina que já está sendo aplicada no mundo inteiro? Eu não consigo entender qual é essa lógica dessa entidade, que deveria cuidar da saúde do povo brasileiro. A única explicação é que o mundo inteiro está errado e só a Anvisa está certa, por isso ela protela a liberação de mais vacinas no Brasil. Eu não comnsigo entender. Se ela sabe de algo que essas vacinas nao prestam, ela deveria vir a público e dizer”, completou.

Bahia.ba