Bahia, 6 de maio de 2021 às 19:06 - Escolha o idioma: pt Português

Em primeira discussão: Igrejas e templos religiosos podem se tornar atividade essencial em Feira de Santana


Por: Foto: Ascom/ Câmara | Vereador Pastor Valdemir Publicado em: 28 de abril de 2021


A proposta determina que o fechamento total das igrejas e templos será vedado.

 

A Câmara Municipal de Feira de Santana aprovou, em primeira discussão, com dois votos contrários, o Projeto de Lei 26/2021, que trata sobre o reconhecimento de igrejas e templos de qualquer culto como atividade essencial, em especial, nos períodos de calamidade pública. De autoria do vereador Pastor Valdemir (PV), o projeto segue para votação em segunda discussão.

“A igreja faz toda a diferença na sociedade, no século presente, especialmente. Muitas pessoas olham para igreja como um local de reunião espiritual. Mas a igreja trabalha de forma organizada cuidado do social. Conheço de perto pastores que já atenderam nessa pandemia mais de 500 famílias com cestas básicas e produtos de higiene. A violência doméstica tem crescido neste período e a igreja acolhe essas pessoas. Cuidar do espiritual influencia diretamente na saúde”, disse o autor do projeto.

A proposta determina que o fechamento total das igrejas e templos será vedado. O número de pessoas presentes poderá ser limitado, de acordo com a gravidade da situação, desde que, por decisão devidamente fundamentada da autoridade competente.