Bahia, 1 de agosto de 2021 às 13:05 - Escolha o idioma: pt Português

Prefeito recebe nota zero no que tange à educação do município


- Crédito da Foto: Foto: Ascom Câmara | Vereador Ivamberg Lima - Publicado em: 14 de julho de 2021


Professor Ivamberg pediu, em seu discurso, que o prefeito conheça mais um pouco sobre a sua rede de educação.

 

“O senhor tem que saber valorizar os professores, pois eles precisam ser valorizados e respeitados. O senhor, outro dia, fechou as portas da Prefeitura e deixou os professores lá dentro. Infelizmente, como professor, lhe dou nota zero, prefeito”. A declaração é do vereador Professor Ivamberg (PT), em discurso na Câmara Municipal na terça (13).

O petista discursou sobre a situação da educação em Feira de Santana, criticando a veiculação de um vídeo pelo prefeito Colbert Martins Filho. “Essa semana o prefeito soltou um vídeo que me deixou até espantado, porque não é papel de um prefeito fazer isso. O vídeo fala sobre educação; ele diz que fez muito pela educação em Feira, e faz críticas ao governo do Estado. Mas nós, da Comissão de Educação desta Casa, visitamos algumas escolas e sabemos como estão”, disse.

Ivamberg continuou. “As escolas que o prefeito mostra no vídeo são as que estão situadas aqui no centro da cidade, que estão arrumadinhas. E a gente pergunta: cadê as escolas dos distritos que ainda não foram organizadas? Cadê a escola da Rocinha? Tem muita escola aí que está em situação ruim”. E vereador disse que o prefeito também fala no vídeo sobre as escolas fechadas do governo do Estado.

“Mais uma vez eu digo que ele tem que ter conhecimento da legislação, pois o governo do Estado não fechou escola; passou para o Município os alunos que são da responsabilidade dele. Nós, do governo do Estado, ainda temos em Feira mais de 18 mil alunos que deveriam estar com o governo Municipal, e ele não assume a sua responsabilidade com o Fundamental II”, frisou.

E acrescentou: “Para além disso, nós estamos vendo aí o prefeito dizer que a Escola Eduardo Fróes da Motta, situada no bairro Brasília, está fechada. E isso mostra, mais uma vez, a falta de conhecimento do prefeito com a rede de educação dele. Essa escola foi municipalizada, então não está fechada; está lá aberta, pintada com as cores do município”.

Professor Ivamberg pediu, em seu discurso, que o prefeito conheça mais um pouco sobre a sua rede de educação. “Eu lhe pergunto, prefeito: cadê os salários atrasados dos professores? Cadê os precatórios de R$248 milhões? Cadê a reforma da escola rural? Cadê a merenda escolar, senhor prefeito? Os alunos estão passando fome e o senhor só pagou duas vezes”, pontuou.

Por Acorda Cidade