Bahia, 1 de agosto de 2021 às 14:38 - Escolha o idioma: pt Português

Rui diz que dificuldade para chegada da vacina Sputnik V ao Brasil ‘é de causar indignação’


Publicado em: 21 de julho de 2021


O Consórcio do Nordeste enviou uma correspondência ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para obter um posicionamento oficial em relação à liberação ou não da entrada do imunizante no país.

Mais uma vez, o governador Rui Costa falou sobre as condições impostas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a chegada da vacina russa Sputnik V ao Brasil.

Na quarta-feira (21), ele afirmou que a situação “é de causar indignação” e informou que haverá uma reunião com o Fundo Soberano da Rússia hoje à tarde.

“A Anvisa colocou inúmeros obstáculos. Nós estamos tentando superar esses obstáculos, é um negócio incompreensível, irracional, inaceitável. É de causar indignação. Nós contabilizamos mais de 60 milhões de doses aplicadas no mundo afora da Sputnik e essas vacinas poderiam estar ajudando a acelerar a vacinação. Infelizmente nós temos que ficar superando os obstáculos e os difíceis obstáculos colocados pela Anvisa para poder colocar essa vacina no Brasil”, disse.

Rui também contou que o Consórcio do Nordeste enviou uma correspondência ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para obter um posicionamento oficial em relação à liberação ou não da entrada do imunizante no país.

“Hoje à tarde tem mais uma reunião com o fundo Russo e nós enviamos uma correspondência pelo consórcio nordeste dos governadores para o ministro da Saúde, já que no último final de semana ele deu uma declaração que não queria mais vacinas, nem da Sputnik, nem de qualquer outra vacina. Então nós resolvemos oficializar para saber qual posição oficial do ministério da Saúde, ver se eles não querem. Portanto vão dificultar a chegada de qualquer outra vacina e isso não adianta ficar remando com uma decisão que o ministro ou o Ministério da Saúde junto com a Anvisa, tenta a todo momento impedir a chegada de vacinas no Brasil”, afirmou.